Machadinho Thermas Resort Spa. Podcast 07 com Juarez Tavares

Machadinho Thermas Resort Spa. Podcast 07 com Juarez Tavares

Machadinho Thermas Resort Spa. Se você já vem nos acompanhando em nossos podcasts no Youtube Chimatearia Erva-mate e assistiu esse nosso bate-papo ao vivo e presencial, percebeu que o nosso convite foi para você se permitir e criar experiências autênticas, desconectar da internet por uns momentos e vivenciar conexões reais e convívio saudável, porque a vida é quando ela acontece!

Para entender um pouco mais, fique até o final que vamos falar sobre as experiências maravilhosas e naturais no Planeta Machadinho!

Convidado especial: Juarez Tavares

O time Chimatearia com Juarez Tavares no Machadinho Thermas Resort Spa.

No nosso podcast #07 tivemos a entrevista, ao vivo e presencial em um espaço ambientado erva-mate, com Juarez Tavares, no Machadinho Thermas Resort Spa, com comidas, bebidas e produtos com a nossa grande estrela: A erva-mate!

Graduado em Marketing, atuando no Turismo e Hotelaria há 24 anos, sendo 5 no RS e 19 em SC, onde desempenhou funções como Diretor de Turismo, Diretor de Parque Termal, Presidente de Convention Bureau, entre outras. 

Hoje está como CEO do Grupo Machadinho Turismo e Hotelaria SA, que é proprietária do Machadinho Thermas Resort Spa, também administra o Parque Termal de Machadinho e outras empresas ligadas ao turismo.

Está a frente do projeto do Resort para a valorização da erva-mate através de novos produtos, serviços e projetos culturais atrelados à Ilex Paraguariensis.

 

O Bate-papo

No nosso bate-papo, de forma objetiva e também emocionante, mostrou que a paixão pelo que faz se expressa em sonhos, projetos, atitudes, ações e resultados, reconhecendo todos os envolvidos, mas principalmente seus parceiros internos. 

Está realizando um grande trabalho fazendo a diferença positiva em todo o entorno, apoio à várias iniciativas e trazendo um impacto valioso no ecossistema.

E assim, com a convergência de propósito de valorizar e agregar valor à erva-mate, falamos dela em diferentes experiências de consumo, seja na gastronomia como também no Spa Ilex, em parceria com a Seivailex.

 

 

O Machadinho Thermas possui uma estrutura diferenciada. Ao todo são 09 piscinas com água termal, 6 piscinas externas e 03 piscinas internas, piscinas com jatos de hidromassagem, piscina com bar molhado, piscina com toboáguas e ofurôs. 

Todas as piscinas são com água termal direto da fonte a 46 graus Celsius, um cuidado natural para a saúde e bem-estar.

O Resort dispõe também de complexo esportivo com quadra de vôlei e futebol de areia, quadra de tênis, campo de futebol 7, cancha de bocha e um bosque com ampla área verde para caminhada.

Sua estrutura interna ainda conta com 2 Restaurantes, Bar, Sala de Jogos (Carteado, Sinuca, Pingue-Pongue), Cantinho do Chimarrão, Sala de TV, Salas para Reuniões, Anfiteatro, 04 Pistas de Boliche Eletrônico, Boutique, Academia, Espaço Baby, e SPA com Salas para Massagens e Terapias a base de erva-mate.

Possui gastronomia de alto padrão com pratos da culinária regional, internacional e as noites temáticas, além da maravilhosa culinária com erva-mate, com várias opções de bebidas e pratos.

Também possui entretenimento e projetos culturais com valorização da erva-mate.

Erva-mate, diversão, alegria, convívio, saúde e bem-estar para criar memórias felizes!

 

Onde fica o Machadinho Thermas Resort Spa?

Localiza-se no Município de Machadinho, que está situado na Região Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, antes pertencente à Lagoa Vermelha, conquistou sua emancipação política no ano de 1959. 

Breve histórico

Sua história remonta ao período da Revolução Federalista (1893 a 1895), quando o general Maragato Gumercindo Saraiva com seus valentes revolucionários, no retorno do cerco da Lapa, cortou o território machadinhense no ano de 1894.

Poucos dias antes do maior e mais sangrento combate daquele levante, conhecido como a Batalha do Pulador, ocorrida nos Campos do Planalto Médio Gaúcho, região de Passo Fundo. 

No ano de 1901 chegava naquelas paragens o Sr. Manoel Machado de Campos, conhecido por Machadinho, de quem o município mais tarde, herdou o nome. 

A erva-mate foi a responsável pelo início do desenvolvimento local ao atrair de forma pioneira, por volta de 1912, os garimpeiros do chamado Ouro Verde, vindos de Criúva, Região Serrana do Estado, que mais tarde fixaram residência trazendo seus familiares de forma definitiva a estas terras. 

Com a quantidade e a qualidade natural da erva-mate produzida sob densos pinhais, impulsionou a economia local com a construção de carijós e barbaquás. 

Inaugurou-se também um intenso fluxo de transporte para a erva-mate industrializada, usando cargueiros e carretas puxadas por mulas até as regiões mais populosas, ligando o mate definitivamente ao ciclo do tropeirismo regional. 

Junto à economia ervateira, crescia também a exploração da Araucária, num período que foi marcado historicamente como o ciclo das balsas e balseiros do rio Uruguai.

Segunda metade do século XX até os dias atuais

Por volta de 1950, já com a escassez dos pinhais, a matriz produtiva local foi se modificando, abrindo espaço para o trigo, o milho, a soja e a mandioca. 

Além da erva-mate, o município de Machadinho destacou-se por muito tempo com diversas atafonas para a fabricação da farinha de mandioca. 

Os alambiques também marcaram época ao consagrarem popularmente a “Cachaça do Machadinho”. 

Mantendo o legado dos pioneiros, o município transformou-se num importante polo ervateiro, com destaque para a “cultivar de Erva-mate Cambona 4”, primeira cultivar de erva-mate do Rio Grande do Sul, desenvolvida e registrada no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA, para a difusão de tecnologia, pesquisa, industrialização e exportação de erva-mate. 

A Inauguração da Usina Hidrelétrica Machadinho ao longo do rio Uruguai e a ligação asfáltica no início do século XXI, potencializou a infraestrutura local criando uma nova dinâmica no município. 

Atualmente a economia agropecuária é altamente representativa destacando-se com uma ampla diversidade de cultivos, criações e produtos. 

O turismo conquistou seu espaço, consolidando-se de forma definitiva e imponente ancorado a um oásis de águas termais. 

As manifestações culturais e o ambiente local estão atrelados à formação étnica diversa, ao tradicionalismo gaúcho, ao berço natal do cantor regionalista José Mendes, a religiosidade, as artes, a música, ao teatro, ao esporte, à gastronomia, a paisagem natural e a festividades variadas, em especial a FESTCHÊMATE – Festa Latino – Americana do Mate, Feira da Indústria, Comércio, Turismo e Agropecuária e a FEMUCA, Feira Municipal Pró Turismo, Comércio e Agronegócio de Machadinho. 

Confira esse bate-papo muito especial no YouTube Chimatearia Erva-mate: Podcast #07 com Juarez Tavares 

Quer conhecer mais sobre nossos produtos ? Confira no nosso site: www.chimatearia.com.br

Nos siga no instagram para receber todas as nossas atualizações: Instagram/chimatearia 

Nossos últimos conteúdos: Chimatearia/blog

Deixe um comentário